Arquivo mensal: janeiro 2010

Empacotado compilador clipper Harbour 2.0 para openSUSE e outros.

Harbour é um compilador 32/64-bit, compatível com a linguagem Clipper,  tendo como características principais ser software livre e multi-plataforma (MS-DOS, MS-WINDOWS, OS/2 e GNU/Linux). O Harbour converte os arquivos com extensão .PRG em .C, usando depois um compilador C para gerar os arquivos executáveis. Sua licença permite a criação de programas tanto de código aberto como de código fechado.

Acabo de disponibilizar os pacotes  rpm para diversas distribuições, abaixo os links individuais ou AQUI todos os pacotes.

OpenSuse 11.0
32 e 64 Bits
OpenSuse 11.1
32 e 64 Bits
OpenSuse 11.2
32 e 64 Bits
SLED/SLES
32 e 64 Bits
Red Hat 5
32 e 64 Bits
Mandriva 2009.1
32 e 64 Bits
Mandriva 2010
32 e 64 Bits
Fedora 10
32 e 64 Bits
Fedora 11
32 e 64 Bits
Fedora 12
32 e 64 Bits
CentSO 5
32 e 64 Bits

Seja livre, USE LINUX!

Modem Traveller D301 3G no openSUSE.

A seguir uma receita de bolo para a instalação do modem 3G no openSUSE. Primeiramente incluir a seguinte linha no  arquivo  /etc/udev/rules.d/51-usb-modeswitch.rules.

SUBSYSTEM=="usb", ATTRS{idVendor}=="0fd1", ATTRS{idProduct}=="1000",
ATTRS{bConfigurationValue}=="1",  RUN="/bin/bash -c '/bin/traveller3g %b'"

Agora, crie o script em /bin/traveller3g com o seguinte conteúdo:

B=`echo $1| cut -d: -f1`
 /bin/echo 3 >  /sys/bus/usb/devices/$B/bConfigurationValue

Pronto agora  basta  plugar o modem e criar uma conexão no knetworkmanager.

Documentos tomados como base de pesquisa:

http://andregondim.eti.br/?p=676
http://www.guiadohardware.net/comunidade/configuracao-guia/943372/

StarDict no openSUSE

“O Stardict é um dicionário multilíngua escrito em GTK+2, disponível nas principais distribuições atuais. Ele é capaz de fazer tanto consultas on-line, como consultas off-line, bastante semelhante ao seu irmão proprietário, o Babylon. Os dicionários do Babylon podem ser utilizados no Stardic sem nenhum problema, mas é necessário converte-los, seguindo os passos descritos nesta dica.  fonte:http://www.guiadohardware.net”

Existem ínumeros documento sobre a utilização do Stardic no Linux, neste post direciono a instalação para a distribuição openSUSE.

Em primeiro lugar, efetue o download dos dicionários na página oficial do  Babylon (CLIQUE AQUI).

Se  preferir, utilize diretamente o maravilhoso wget:

$ wget http://info.babylon.com/glossaries/38C/Babylon_English_Portuguese.BGL
$ wget http://info.babylon.com/glossaries/4EA/Babylon_Portuguese_English_dic.BGL

Instale o dictconv clicando no link a seguir:

Dictconv OpenSuse
32 e 64 Bits

Descompacte o  arquivo  .BGL

$ unzip Babylon_English_Portuguese.BGL
$ unzip Babylon_Portuguese_English_dic.BGL

Execute os  comando  a  seguir:

$ dictconv -o Babylon_Portuguese_English_dic.dic Babylon_Portuguese_English_dic.BGL
$ dictconv -o Babylon_English_Portuguese.dic Babylon_English_Portuguese.BGL
$ /usr/lib64/stardict-tools/tabfile Babylon_English_Portuguese_linux.dic
$ /usr/lib64/stardict-tools/tabfile Babylon_Portuguese_English_linux.dic

Instale o Stardic:

Stardic OpenSuse
32 e 64 Bits

Para finalizar, copie os dicionarios para a pasta de trabalho do Stardic:

$ cp  *.dict.dz  ~/.stardict/dic
$ cp  *.i*  ~/.stardict/dic

OBS: Se o Stardic congelar na inicialização, o problema pode estar relacionado ao espeak. Neste caso, basta remover o  plugin.

# cd /usr/lib64/stardict/plugins
# mv stardict_espeak.so stardict_espeak.so.original

Jogo Emilia Pinball disponível no repositório OpenSUSE.

Empacotei e disponibilizei o jogo Emilia Pinball no repositório OpenSuse, agora você não precisa mais guardar suas moedinhas para gastar no fliperama (do tipo pinball)  heheheh. Emilia Pinball é o nome jogo criado em código livre. No site do desenvolvedor, você pode ainda fazer o download de outras pistas, efeitos sonoros e gráficos, para tornar seu jogo mais interessante. Os comandos são simples, pois envolvem apenas o lançamento das bolinhas e o controle de duas ou mais paletas. Embora as teclas padrão sejam interessantes, há a possibildiade de mudança no próprio painel de configurações do programa.

OpenSuse 11.0
32 e 64 Bits
OpenSuse 11.1
32 e 64 Bits
OpenSuse 11.2
32 e 64 Bits
openSUSE Factory
32 e 64 Bits

Primeiro post de 2010: Iconfinder – Banco de ícones!

A parte visual do projeto é o cartão de visita do mesmo. Pois o cliente, na maioria dos casos, não esta  interessado na maneira que o código fonte foi escrito. O cliente final avalia apenas a funcionalidade e visual. Sendo assim, deixo como susgestão o  serviço  Iconfinder, onde o serviço disponibiliza ícones atravéz do sistema de busca.

“Um importante detalhe ao montar um projeto direcionado à web ou desktop é a escolha de ícones e imagens que dêem aquele toque personalizado à sua aplicação.
Nem sempre um bom desenvolvedor é um bom designer e vice-versa, mas para suprir esta ‘lacuna’ você pode e deve procurar por  imagens ou ícones na internet desde que sejam liberadas para uso gratuito. Uma excelente dica para encontrar seus arquivos é fazer uma visita ao IconFinder”