Nova ERA: Primeira transação atômica entre Bitcoin e Monero

Meu primeiro trabalho como desenvolvedor utilizando a tecnologia Monero foi em 2018, para tentar combater a fome no mundo. Embora fracassei, vejo a moeda avançando em uma nova era de criptomoedas.

Uma nova era chegando antes da computação quântica popularizar!

A comunidade da criptomoeda Monero comemora o sucesso da primeira demonstração pública de atomic swaps entre Bitcoin e Monero. Pesquisadores encontrou um método criptográfico distinto para efetuar atomics swaps. O trabalho de pesquisa durou em torno de 4 anos e a primeira demonstração pública ocorreu ONTEM (sexta-feira 05/03)!

Atomic Swaps é sensacional, pois são contratos inteligentes que proporciona troca entre criptomoedas diferentes SEM UM INTERMEDIÁRIO com exchange ou banco. A primeira Atomic Swap aconteceu com Litecoin e Decred em aproximadamente em 2017, eu particularmente nesta época achava impossível isto ocorrer entre Monero e Bitcoin. Devido a robustez e privacidade da XMR (Monero) e a falta de recurso referente a contratos inteligentes nesta criptomoeda.

Qual o motivo da importância? Ao contrário de muitas criptomoedas, todas transações Monero são extremamente privada e anônima. Ótimos para o usuário, mas tenebroso para que DESEJAVA COBRAR IMPOSTOS. Algumas regiões no mundo estão tomando medida para banir o Monero. Em breve tutorial no Viva O Linux (CLARO!) de como efetuar os testes.

Meu primeiro desenvolvimento com a tecnologia Monero, foi em 2018. Onde desenvolvi o projeto OSMINER (OpenSUSE Miner) é uma imagem linux baseado no openSUSE criada inicialmente para ajudar combater a fome no Hait utilizando a tecnologia Blockchain com a cripto moeda Monero. Para você ajudar, basta doar algumas horas de computação do seu equipamento com o sistema OSMINER, a inspiração do projeto foi baseado no vídeo e/ou projeto liderada pelo WESLEY ROS no HAITI. O vídeo no qual assisti, me deparei com a triste realidade onde crianças aparecem no video se alimentando com BOLINHO DE BARRO COM SAL! Maiores informações sobre a origem do vídeo, esta disponível neste link do YouTube. Não sei a aceitação, e o resultado na íntegra do projeto no contexto de resolução do problema, mas pelo menos não fiquei inerte a situação tão impactante negativamente e sofrível ao próximo. Mais informações sobre o projeto OSMINER AQUI!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.