filtroO mercado de codecs pode sofre modificações a médio prazo, pois foi anunciado o acordo de aquisição da On2 Technologies pela Google ainda este ano. A On2 (A.K.A. The Duck Corporation ) é uma empresa especializada no mercado de compressão de vídeos em alta qualidade. Seguinte o site da empresa, mais de 2 bilhões de computadores no mundo utilizam a sua tecnologia de compressão, “On2 Video é o formato líder entre as empresas de soluções de mídia incluindo Adobe, Skype, Nokia, Infineon, Sun Microsystems, Mediatek, Sony, Brightcove e Move Networks”.

Sendo assim, é muito provável a Google passar a utilizar o codev VP8 na versão HTML5 do YouTube. Isto provocaria uma atualização imediata de codecs em massa nos navegadores (substituindo os formatos padrões em Flash).

Pensei que o reinado do h.264 estava intocável por um breve período. Mas com esta compra da On2 pela Google, o cenário muda completamente. A especificação técnica menciona que o VP8 é mais eficiente que H.264. Se a Google liberar o uso do VP8 (como sempre faz)  ou utilizar uma política de licenciamento menos agressiva ao mercando, com certeza  o futuro do vídeo monitoramento e das mídia  digitais não estará tão definido como eu imaginava.

O VP8 possui o loop filter (permite filtro em diferentes partes do quadro), suporta processadores a partir do ARM 9 100MHZ (Viva \o/ !!!) e explora com e eficiência os processadores multicore paralelizados SMP (multiprocessamento simétrico).

Para efeito de informação, lembro como se fosse hoje, quando em 2002  (Ainda  usava o Conectiva ) a On2 liberou para domínio público o codec VP3. O mesmo serviu de base para o desenvolvimento do codec de código aberto Ogg Theora que utilizo no meu dia-a-dia.

Mais informações em On2 .

h264