Continuando a saga/pesquisas laboratoriais no segmento de realidade aumentada, no vídeo a seguir demonstro a utilização de texturas em alta-definição (imagens JPG de câmeras fotográficas) como também a troca da  placa impressa (famoso  HIRO). Agradeço ao Nishida da Wnim e ao Edmar da Albergráfica de Bebedouro pela impressão das placas.