Começo hoje a minha jornada laboratorial sobre reconhecimento de padrões matemáticos para identificar e contar pessoas diante do vídeo ao vivo. O teste inicial foi um sucesso, porém agora o próximo passo é processar frames ao vivo na CPU e na GPU (CLARO). Após trabalhar com o conjunto de referências matemáticas e constatado a presença de um corpo humano, e se a distância entre os olhos (em pixel) for suficiente, posso processar automaticamente o reconhecimento facial assim não descartando nenhum frame em virtude do premunição matemática.