“Na virada do século XVIII, cientistas italiano mostraram que os músculos se contraem quando os nervos são estimulados eletricamente, e que o cérebro em si é capaz de gerar eletricidade… “. Partindo deste princípio, na prova de conceito do post anterior, ficou comprovado a viabilidade técnica e financeira (US$ 300,00 )de controlar dispositivos com a mente. Ações cerebrais são derivados de comportamentos motores, ações cognitivas, e emoções. O próximo teste será ativar uma ligação telefônica com Android com a mente. A seguir o vídeo do post  anterior, onde a TV é controlada (liga/desliga e mudança de canal) utilizando a interface neural.