O que tem de novo:

“O openSUSE 11.4 também traz a remoção da camada de abstração HAL. Quem fica no lugar, como é tendência nas distros, é o udev. A camada HAL seria removida no 11.3 mas continuou por mais um tempo, até que os últimos pacotes que dependiam dela pudessem ser migrados.

O visual recebeu bastante atenção, incluindo os papéis de parede finais, telas de entrada e branding em geral. Foi adicionada a WebYaST, uma ferramenta de administração baseada em web originalmente criada para a versão Enterprise Server (SLES). Entre outros programas atualizados estão XOrg 7.6, VirtualBox 4.0.2, GnuCash 2.4 e Scribus 1.3.9. O KDE 4.6 RC2 está presente e só deverá ser atualizado para o 4.6.0 final com o primeiro Release Candidate.

Enquanto o pessoal do Gnome se prepara para a versão 3, o foco do openSUSE é estabilizar e melhorar o 2.32. Correções no PulseAudio, GDM e gnome-main-menu deverão constar no 11.4, garantindo uma experiência de uso sem problemas. A equipe do Gnome prepara um liveCD baseado no 11.4 que incluirá o Gnome 3 quando ele for lançado, em março. Apesar de pretender suportar o preview do Gnome Shell com o Clutter 1.5, não estão se apressando tanto para incluir o Gnome 3 no openSUSE antes do tempo.

O XFCE vem na versão 4.8, bastante significativa.”

fonte:Guia do Hardware.