You are currently browsing the category archive for the ‘Emulador’ category.

Encontrei um post  no blog Linux Na NET sobre  o jogo goonies.  Instalei e adorei…   Para  quem não sabe, Goonies é um game baseado em um filme de mesmo nome dos anos 80. O filme conta a história de um grupo de jovens (os Goonies do título), que vive uma grande aventura na tentativa de encontrar um tesouro pirata escondido. O filme é um verdadeiro “sessão da tarde”, com tudo o que tem direito: mapas do tesouro, cavernas, armadilhas, vilões e tudo mais.

Vale a  pena conferir… Leia  mais AQUI!

goonies1

Para montar  uma image  do QEMU  no filesystem,  devemos calcular  o [offset] da  partição. Ou seja multiplicar o setor inicial por 512 (quantiade de  bytes por setor). Veja o simples exemplo abaixo:

# sfdisk -luS hda1DB91.img
Disco hda1DB91.img: não foi possível obter a geometria

Disco hda1DB91.img: 248 cilindros, 255 cabeças, 63 setores/trilha
Unidades = setores de 512 bytes, contando a partir de 0

 Device Boot    Start       End   #sectors  Id  System
hda1DB91.img1            63    530144     530082  82  Linux swap / Solaris
hda1DB91.img2   *    530145   3984119    3453975  83  Linux
hda1DB91.img3             0         -          0   0  Vazia
hda1DB91.img4             0         -          0   0  Vazia

Efetue  o seguinte cálculo (setor inicial*512):

530145*512= 271434240

Agora  utilize o comando mount.

# mount -o loop,ro,noexec,offset=271434240 hda1DB91.img /mnt/suse9.1

Simples não…

playstationGosto e muito dos  jogos do playstation 1.   Sendo assim, acho que não  preciso nem mencionar que utilizo o emulador ePSXe Yes!.

A seguir, os passos para criar uma imagen do seu jogo preferido no HD.  Vale a  pena ressaltar que esta imagen além de servir como backup, podemos utiliza-la no emulador ePSXe   ( Viva  \o/).

Em  primeiro lugar,  devemos detectar o ID do device (  no meu caso 3,0,0).

$ cdrecord -scanbus
scsibus3:
 3,0,0   300) 'TEAC    ' 'DVD+-RW DVW28SLC' 'A.06' Removable CD-ROM
 3,1,0   301) *
 3,2,0   302) *
 3,3,0   303) *
 3,4,0   304) *
 3,5,0   305) *
 3,6,0   306) *
 3,7,0   307) *

Em seguida,  insira  o Cd do game no driver  e execute o comando cdrdao como  no exemplo  a seguir.

$ cdrdao read-cd --read-raw --datafile spiderman.bin --device 3,0,0 --driver generic-mmc-raw spiderman.toc
Cdrdao version 1.2.2 - (C) Andreas Mueller <andreas@daneb.de>
 SCSI interface library - (C) Joerg Schilling
 Paranoia DAE library - (C) Monty

Check http://cdrdao.sourceforge.net/drives.html#dt for current driver tables.

WARNING: the deprecated pseudo SCSI syntax found as device specification.
Support for that may cease in the future versions of wodim. For now,
the device will be mapped to a block device file where possible.
Run "wodim --devices" for details.
Using libscg version 'Cdrkit-1.1.8'

3,0,0: TEAC DVD+-RW DVW28SLC    Rev: A.06
Using driver: Generic SCSI-3/MMC (raw writing) - Version 2.0 (options 0x0000)

Reading toc and track data...

Track   Mode    Flags  Start                Length
------------------------------------------------------------
 1      DATA    4      00:00:00(     0)     68:10:35(306785)
Leadout DATA    4      68:10:35(306785)

PQ sub-channel reading (data track) is supported, data format is BCD.
Raw P-W sub-channel reading (data track) is supported.
Copying data track 1 (MODE2_RAW): start 00:00:00, length 68:10:35 to "spiderman.bin"...
00:13:00

Para gravar o CD  a  partir  da  imagen,  basta  utilizar o comando a seguir…

$ cdrdao write –eject –speed 4 –device 3,0,0 –driver generic-mmc spiderman.toc

Fonte:  www.linuxnarede.com.br

T_CP-500_Operacao_e_Linguagem_BASICBons tempos … meu primeiro emprego “NOVA ERA – LIVRARIA E PAPELARIA – 1986”.  Naquele tempo, eu aprendia na linguagem BASIC  a programar  baseando-se  nas orientações do Odair Tostes e do meu sócio Alexandre  de Castro (Indio). O equipamento que utilizávamos  naquele  época era  nada mais, nada menos que o  CP 50o da Prológia (TRS-80).

Para quem desconhece, baseado na wikipédia,” o TRS-80 foi o nome dado à linha de microcomputadores produzidos pela Tandy Corporation e vendidos nas lojas RadioShack da Tandy, de fins da década de 1970 até meados da década de 1980. Hobbistas, usuários domésticos e pequenas empresas eram os consumidores visados.”

cp500_02No site  do Miguel Dutra, encontraremos diversos links, manuais  em pdf,  inclusive programas emuladores e muito mais . Porém, navegando na internet, encontrei  e instalei o xtrs. Um projeto open-source para Unix, Linux e derivados, cujo o objetivo é emular  os equipamentos da linha TRS-80. Por enquanto , disponibilizo apenas o vídeo  logo a seguir.

Em breve,  publicarei  um tutorial/dica no Viva O Linux  de como compilar e instalar este  emulador. Para efetuar o download dos fontes, abaixo o link com o  comando wget.

$ wget http://www.tim-mann.org/trs80/xtrs-4.9d.tar.gz


 Sobre o CP 500
Fabricante: Prológica Ind. e Com. de Microcomputadores Ltda País: Brasil Linha: TRS-80 Compatibilidade: TRS-80 Modelo III Ano de lançamento: Abr/1982 Processador: Z 80A Clock: 2 MHz Memória RAM: 48 Kbytes Memória ROM: 16 Kbytes Tela: 16 linhas x 64 colunas Modelos: CP 500, CP 500/M80, CP 500/M80C, CP 500 Turbo 

Outros links sobre o assunto:

x48_graphQuando estudei em Barretos na FEB (1992~1997) bons  tempos …, me apaixonei pelas calculadoras HP. Tive os modelos 28s/48s/48sx/48g e  48gx… estas calculadoras é uma paixão antiga. Todos estes modelos me fez perder  muitas  e muitas noites de sono com o seu estilo de programação RPN.

A seguir um guia rápido, com instruções de como instalar o emulador a partir do código fonte  das calculadoras  pertencentes  a família 48 em seu sistema operacional Linux. Mais informações no site do projeto http://x48.berlios.de/.

Download com wget (CLARO!).
$ wget http://download.berlios.de/x48/x48-0.6.0.tar.gz

Descompactação:
$ tar -zxvf x48-0.6.0.tar.gz
$ cd  x48-0.6.0/

Compilando:
$ ./configure
$ make

Download e instalação da ROM
$ http://download.berlios.de/x48/x48-gxrom-r.tar.gz
$ tar -zxvf ~/x48-gxrom-r.tar.gz -C  ~/

Se preferir instalar no  seu SP, execute o comando “make install” logado como root. Caso contrário,  entre na pasta src/, e  execute o programa ./x48 como no  exemplo a seguir…  (Bom divertimento. ;-)

$ cd src/
$./x48
LC_CTYPE=pt_BR.UTF-8;LC_NUMERIC=C;LC_TIME=C;LC_COLLATE=C;LC_MONETARY=C;LC_MESSAGES=C;LC_PAPER=C;LC_NAME=C;LC_ADDRESS=C;LC_TELEPHONE=C;LC_MEASUREMENT=C;LC_IDENTIFICATION=C
en_US.utf8
UTF-8
x48: /home/cabelo/.hp48/hp48 is a version 0.4.3 file, converting

 

A seguir um guia de referência para operar o pacote Xen. Na minha visão em particular, o Xen e a sua  paravirtualização, é a melhor coisa do mundo para testar inúmeros ambientes  :D.

Invocando o Gerenciado de máquina (Gráfico).
# /usr/bin/virt-manager -c xen:///

Console no modo texto, Para finalizar,  use  a combinação: CTRL SHIFT – ]
# xm console sles10-01

Visualização gráfica (vnc).
# xm vncviewer sles10-01

Shell do Xen
# xm shell

Monitor processos:
# xm top

Ligando e desligando um VM.
#  xm shutdown sles10-01
#  xm start sles10-01

Forca o uso da bridge
No arquivo /etc/xen/xend-config.sxp insira  a seguinte linha:
(network-script ‘network-bridge  bridge=xen-br0’)

Console gráfico não funciona!
remova o item vncunused no arquivo /etc/xen/vm/[nome-da-vm]
Ex:
vfb=[‘type=vnc,vncunused=1’]
para
vfb=[‘type=vnc’]

Viva a liberdade \o/

Arquivo

Statísticas

  • 560,347 Acessos

ATENÇÃO!

 °v° USE A FORÇA,
/(_)\ LEIA OS FONTES !
 ^ ^

openSUSE 11.4