O fim do confronto…

Não foi um luta em vão ao longo dos anos… Conforme mencionado por Cláudia Sungaila, ocorrerem muitas injustas, inclusive mencionar que Linux é um câncer.

Microsoft, que já criticou duramente o Linux no passado, pediu para entrar nesta lista restrita de segurança. Assim, a Microsoft quer fazer parte de uma lista que inclui desenvolvedores do FreeBSDNetBSD e a maioria dos principais distribuidores Linux. Isso inclui empresas como CanonicalDebianRed Hat, e SUSE além de outras como Amazon Web Services (AWS) e Oracle. Portanto, a Microsoft pede para entrar na lista privada de desenvolvedores de segurança do Linux.


Não interessa quem ganhou, e sim que Linux atualmente é sinônimo de negócios. Isto significa que estávamos certos… Desde 1998 levo o Linux a sério, e sinceramente, esta notícia demonstra que nunca devemos deixar alguém mudar o seu norte. Hoje de uma maneira sadia o GNU/Linux esta presente na Microsoft, em relógios, celulares, TVs e tudo graças ao poder do coletivo. Um brinde ao mundo dos negócios baseado no Software Livre. SEJA LIVRE USE LINUX!